Resultados Exames

Saúde em Dia

  • 1. Medicamentos interferem em exames laboratoriais?

    Alguns sim. Os antibióticos e os antiinflamatórios, por exemplo, interferem nos testes de coagulação do sangue, normalmente solicitados em pré-operatórios. Portanto, quaisquer que sejam os medicamentos que esteja tomando, avise o atendente antes do exame. Caso um deles interfira, você terá que conversar com o seu médico sobre a possibilidade de suspendê-lo por alguns dias. Se a interrupção não for possível, esse dado terá que ser levado em conta na avaliação do resultado.

  • 2. Mulher no período menstrual pode realizar exame de sangue?

    Sim, qualquer um deles. Porém, diversos hormônios e algumas proteínas séricas variam durante o ciclo menstrual. Portanto, é fundamental que o médico saiba em que período do ciclo o seu exame foi realizado.

  • 3. A menstruação pode interferir no resultado do exame de urina?

    Sim, pois o sangue menstrual pode misturar-se a urina. O ideal é fazê-lo fora do período menstrual. Mas, se for urgente, recomenda-se algum método de tamponamento após a higiene antes da realização da coleta.

  • 4. Jejum muito prolongado pode alterar resultados de exames?

    Sim, um tempo de jejum muito prolongado (superior a 14 horas) também causa variações nos exames. Para evitar alterações nos resultados, o laboratório não recomenda a coleta de exames após jejum prolongado.

  • 5. Esforço físico pode alterar os resultados laboratoriais?

    Sim. Por exemplo, os de glicemia e dosagem de fator VIII de coagulação, pois após exercícios os valores poderem diferir dos valores basais, nos quais os valores de referência são baseados.

  • 6. Bebidas alcoólicas podem alterar resultados de exames?

    Sim, especialmente o de triglicérides. Pequenas doses de bebidas alcoólicas são suficientes para elevar os seus níveis, falseando os resultados. Por isso, o ideal é, antes do exame, ficar três dias sem ingerir qualquer bebida alcoólica. Importante: o álcool também altera o colesterol, porém em menores quantidades.

  • 7. Como deve ser a alimentação para que os resultados de triglicérides sejam confiáveis?

    Você deve manter a sua dieta habitual, ou seja o que você costuma comer, nos dias que antecedem os exames. É fundamental jejum de 12 horas para a coleta do sangue.

  • 8. Água "quebra" o jejum?

    Não. Mas convém tomá-la com moderação. O excesso pode interferir nos resultados de  exames de urina.

  • 9. Exames que necessitam de jejum têm que ser feitos sempre de manhã?

    Nem todos. Desde que obedeça ao tempo estipulado de jejum, alguns podem ser colhidos à tarde.

  • 10. Por que quando se coleta sangue para exame, às vezes o local fica roxo?

    Isso se chama hematoma: extravasamento de sangue para fora da veia. Ele pode ocorrer em determinadas situações, tais como: veias finas, delicadas, com muita pressão; falta de boa compressão no local de punção; e paciente usando algum medicamento que altera a coagulação.

  • 11. Por que devemos desprezar o primeiro jato de urina quando vamos fazer o exame?

    A solicitação médica mais comum para exame de urina é a urina de porção intermediária. O primeiro jato de urina traz células e secreção que podem estar presentes na uretra, principalmente se existir um processo inflamatório e/ou infeccioso chamado uretrite. Quando se está preocupado com uma possível infecção urinária, é importante que o material examinado não seja "contaminado" com o que estiver na uretra. Daí a necessidade de desprezar o primeiro jato e coletar o jato médio, ou seja, uma urina que representa bem o material que está na bexiga

  • 12. Por que se recomenda realizar exames de hormônios conforme o ciclo menstrual?

    A recomendação é feita para os hormônios que sofrem flutuação conforme o dia do ciclo, como o LH, FSH, estradiol e progesterona. 

  • 13. Para alguns exames meu médico diz que não precisa jejum e pelas instruções do laboratório, o jejum é necessário. O que fazer? Qual orientação devo seguir?

    Os exames laboratoriais refletem o estado fisiológico do indivíduo no momento da coleta da amostra. Para que o resultado possa auxiliar o clínico em alguma decisão ele deve ser comparado a um valor ou a um intervalo de referência. Quando o resultado obtido estiver dentro deste intervalo de referência, entende-se como "normal" e quando fora sugere alguma "anormalidade". Estes "intervalos de referência" são estabelecidos em condições ideais. Mas não são apenas doenças que causam estes desvios. Algumas variáveis consideradas fisiológicas podem resultar em valores aparentemente patológicos. Dentre elas podemos citar o fato do indivíduo não estar em com tempo ideal de jejum, variações na dieta, fase do ciclo menstrual, atividade física, stress emocional, uso de medicamentos, etc. A quebra do jejum, provoca alterações importantes, como aumento de Glicose, Triglicérides, enquanto outras substâncias que são utilizadas no processo metabólico da absorção e digestão, como o fósforo inorgânico, terão suas concentrações diminuídas. Um tempo de jejum muito prolongado também pode causar variações, como por exemplo na bilirrubina que pode estar acima dos valores normais em indivíduos normais que ficam 24 horas sem se alimentar. Crianças e recém nascidos podem ter os períodos de jejum podem ser diminuídos ou abolidos por solicitação médica, sendo o mesmo procedimento estendido para as situações de emergências.

  • 14. Devo tomar algum cuidado especial para colher a amostra de fezes?

    Não. Também não precisa ser a primeira evacuação do dia. Isso vale para quase todos os tipos de exame de fezes. A coleta pode ser feita em casa, em frasco fornecido pelo laboratório. O laboratório não sugere o uso de laxantes para a coleta de fezes, esta orientação só pode ser dada pelo seu médico.

  • 15. Exame de urina deve ser obrigatoriamente com a primeira urina da manhã?

    Não, porém é a solicitação mais comum, sendo as outras solicitadas pelo médico. Caso contrário, pode ser colhida em qualquer período do dia, desde que permaneça aproximadamente 4 horas sem urinar. O ideal é colher em frasco apropriado fornecido pelo laboratório, seguindo as instruções de coleta.